2010

Em 2010 Caio Filho decidiu abrir oficialmente a empresa. Não exatamente O Rei da Festa, mas sim, oficializar a abertura de MEI (Microempreendedor Individual), para que pudesse fazer os shows de mágica de maneira profissional, com emissão de Nota Fiscal e devidamente regulamentado. Esse foi um marco importante, pois Caio Filho, como mágico ilusionista, pôde captar novos clientes, especialmente grandes empresas e corporações.

O Projeto O Rei da Festa ainda estava em fase de planejamento, mas Caio Filho já sabia qual seria o foco e a abordagem. Enquanto isso, Caio se destacava na área do ilusionismo, investindo em novos equipamentos, trazendo a emoção de grandes shows de ilusionismo, inspirado principalmente em números de David Copperfield.

Foi por muito tempo conhecido como o Mágico do Outback (famosa rede de restaurantes norte-americana), pois fazia mágica nas filas de espera para os clientes que aguardavam serem chamados para uma mesa no restaurante. Foi a partir desse ponto, inclusive, que Caio Filho se tornou mais conhecido na região, o que lhe trouxe grandes oportunidades de trabalho e o levou a conhecer muitas pessoas e grandes empresas. E isso era apenas o começo de uma grande jornada.